Os Serviços de Apoio ao Presidente da República deram a conhecer, em Lisboa, que o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, regressa nesta quarta-feira ao país, depois de ter cumprido um périplo pela Europa, em visitas oficiais a Berlim e Lisboa e Barcelona, esta de carácter privado.

Em Lisboa, o ponto mais alto da visita de José Eduardo dos Santos foi a assinatura de três memorandos de entendimento, um acordo e uma adenda, com destaque para o que cria o Banco Luso-angolano, cujos accionistas são a Sonangol e Caixa de Depósitos de Portugal.

No cumprimento da agenda da visita, o estadista angolano manteve um encontro com o seu homólogo, Cavaco Silva, com quem analisou o estado da cooperação entre Angola e Portugal.

José Eduardo dos Santos reuniu-se também com o Presidente da Assembleia de Nacional de Portugal, Jaime Gama, e o com o primeiro-ministro luso, José Sócrates.

Na sequência da visita do estadista angolano à Alemanha, foi igualmente assinado um memorando de entendimento sobre uma parceria estratégica para a ampliação e o aprofundamento da cooperação económica entre os dois países.

José Eduardo dos Santos analisou a cooperação entre Angola e Alemanha durante encontros que manteve com o seu homólogo, Horst Kohler, e com chanceler, Angela Merkel.

Em Espanha o Presidente angolano cumpriu uma visita de carácter privado.