O controlo do património depende da credibilidade de dados disponíveis dentro da própria empresa, para permitir uma maior maximização dos rendimentos e a redução dos desperdícios caudasados à esta. À rigor, a gestão patrimonial compreende um conjunto de processos, metodologias e metas para o correcto controlo e administração do empreendimento. Basicamente, estas metas são voltadas ao património da empresa, que compreende os bens activos e os passivos. Dentro da metodologia empregada, o processo de controlo patrimonial é imprescindível, desta forma, para se adequar às legislações vigentes, tornando necessário que o empreendimento passe por processos de engenharia de avaliações que a empresa deve adoptar.

Dentro do processo de engenharia de avaliações é efectuado avaliações pertinentes a todos os bens da empresa. Cada estrutura depende de um tipo de avaliação, desta forma, é importante documentar o real estado de cada activo, as suas condições e características, para que seja possível mensurar a dimensão do património actual. Caso ocorra qualquer empecilho no mercado, adversidade, os gestores sempre terão uma forma mais precisa possível dos dados da empresa, poderem focar-se na resolução optimizada do mesmo, constituindo desta forma, o seu papel fundamental que é o de permitir um sucesso
contínuo da empresa.

Com uma gestão patrimonial optimizada, os administradores podem contar com diversas informações auxiliares sobre a empresa que ajudem na tomada de decisão estratégica.
Neste caso, é importante res-  -saltar também, que um empre- -endimento que aparentemente é lucrativo, pode passar a devedor, caso após uma avaliação dos ativos, seja verificado uma série de problemas com depreciações diversas, o que irá desagradar seriamente os accionistas e outros “Stakeholders”.

Sistemas de gestão
O processo de implantação de sistemas de gestão patrimonial visa a integração dos vários departamentos da empresa, daí a extrema relevância na sua implementação. Apesar de aumentar de certa forma a burocracia de comunicação, este garante maior confiabilidade dos dados, a integração de todas as áreas, até os meios de produção, fornecedores e os clientes. Porém, a sua aplicação não é sinónimo de sucesso, é necessário efectuar estudos para verificar a real necessidade deste. O apolo patrimonial proporciona o controlo eficiente de todos os bens de uma corporação, quer públicos como privados.