E um segredo para liderar bem e manter a equipa sob controlo, mantendo a sua motivação em alta é saber exactamente como delegar autoridade aos seus colaboradores. Porém, nem todo profissional sabe o que é realmente delegar autoridade a alguém, muito menos as técnicas de delegação existentes.
Por isso, trazemos elementos sobre o que é e como funciona a delegação de autoridade, também conhecida como empowerment.
Segundo Idalberto Chiavenato, na sua obra “Introdução à Teoria Geral da Administração“, delegação é “o processo de transferir autoridade e responsabilidade para posições inferiores na hierarquia”. Esta delegação de autoridade possui diversas técnicas que podem ser utilizadas para maximizar o seu alcance. Chiavenato, na mesma obra, as define como:
1. Delegar a tarefa inteira – o gerente deve delegar a tarefa inteira a uma pessoa ao invés de subdividí-la entre várias pessoas. Isso dá a cada indivíduo a responsabilidade completa e aumenta a sua inciativa enquanto proporciona ao gerente o melhor
controlo sobre os resultados;
2. Delegar à pessoa certa – Nem todas as pessoas têm as mesmas capacidades e motivações. O gerente deve conciliar o talento da pessoa com a tarefa para que a delegação seja eficaz. Deve identificar os subordinados que são independentes em suas decisões e que demonstram desejo de assumir responsabilidades;
3. Delegar responsabilidade e autoridade – Designar apenas tarefas não constitui uma delegação completa. O indivíduo deve ter responsabilidade para realizar a tarefa e a autoridade para desempenhar a tarefa
da maneira que julgar melhor;
4. Proporcionar informação adequada – A delegação bem-sucedida inclui informação sobre o quê, por que, quando, onde, quem e como. O subordinado deve compreender a tarefa e os resultados esperados, as provisões e os recursos necessários e para quem e quando os resultados deverão ser apresentados;
5. Manter retroação – Retroação significa linhas abertas de comunicação com o subordinado para responder questões e proporcionar orientação, mas sem exercer controlo. A retroação dá ao subordinado a pista certa, e as linhas abertas de comunicação
aumentam a autoconfiança;
Avaliar e recompensar o desempenho – Quando a tarefa é executada, o gerente deve avaliar os resultados e não os métodos. Quando os resultados não alcançam as expectativas, o gerente deve mostrar os erros e as consequências. Quando alcançam ou ultrapassam as expectativas, o gestor deve recompensar o trabalho bem feito com orgulho, recompensas financeiras e
delegação de novas atividades.
Saber como delegar autoridade numa empresa é muito importante para que haja uma distribuição de tarefas e responsabilidades, fazendo com que cada vez mais funcionários tenham embasamento para tomar decisões e definir estratégias nas suas funções.