O chamado e-mail marketing é a utilização de um e-mail como ferramenta de marketing directo na abordagem dos clientes, respeitando as normas e os procedimentos pré-definidos, sempre analisando o retorno gerado através de relatórios e análises gráficas com o objectivo de gerar campanhas cada vez mais optimizadas.
Na verdade, é comummente utilizado através de ferramentas próprias para tal uso, chamadas de autoresponder individual ou em conjunto de funções, que possuem construtor de páginas, área de membros, notificações em redes sociais, etc, tudo num só lugar.
Diferentemente do spam (mensagens indesejadas), este método é essencial ao e-mail marketing o consentimento do cliente (também chamado opt-in), que pode ser explícito, quando ele mesmo opta por receber, ou implícito, caracterizado por uma relação evidente entre as partes.
O e-mail marketing também se diferencia do spam por permitir ao destinatário a opção de se descadastrar a qualquer momento da lista de envio pela qual recebeu o e-mail. Isso se chama “opt-out” e de acordo com o código de autorregulamentação para a prática de E-mail marketing, o remetente deve disponibilizar ao destinatário a sua política de opt-out e informar o prazo de remoção do seu endereço electrónico da base de destinatários, que não poderá ser superior a dois dias úteis, quando solicitado directamente pelo link de descadastramento do E-mail marketing e 5 (cinco) dias úteis quando solicitado por outros meios, prazos estes contados a partir da data da solicitação comprovada.