Filosofias do Planeamento são pressupostos nos quais se fundamentam os procedimentos para o planejamento. Ackoff (1974) indica três tipos de filosofia de planejamento. Apesar de geralmente haver certa mistura das filosofias, poderá existir a predominância de uma delas.

1- Da satisfação:
Refere-se aos esforços para atingir o mínimo de satisfação e não necessariamente para extrapolá-lo. Ela não significa distanciamento das praticas já existentes na empresa. devido às resistências que podem surgir, as estruturas não são alteradas e os planos terão poucos recursos. Assim, muitas oportunidades não serão aproveitadas porque não foram exploradas alternativamente.As empresas mais voltadas para a sobrevivência do que para o crescimento/desenvolvimento são adeptas dessa filosofia. A vantagem é a rápida realização do processo de planejar, a baixo custo e com pequena exigência de capacitação técnica.

2- Da Optimização
Ocorre quando o planeamento é elaborado para fazer algo tão bem quanto possível( e não apenas suficientemente bem). utiliza técnicas matemáticas e estatísticas e modelos de simulação. O progresso da informática, da tecnologia da informação e dos modelos de organização, desenvolvidos pelas áreas de pesquisa operacional divulgou largamente essa orientação. Principalmente porque os modelos antes disponíveis não resolviam todo o problema da empresa, visto serem aplicáveis, apenas, a algumas partes dela. Em tais circunstancias, o planeador-optimizador não considera os aspectos difíceis de modelar, como os ligados a recursos humanos e à estrutura organizacional da empresa.
Os objectivos são formulados em termos quantitativos, porquanto reduzidos a uma escala comum (monetária) e combinados a uma medida geral e ampla de desempenho. Há uma busca pela optimização do processo decisório.

3- Da Adaptação
O principal valor está no processo de conduzir os planos e não nos planos produzidos. A necessidade de planeamento, em grande parte, é pela falta de eficácia administrativa e de controles; a maioria das dificuldades que o planejamento tenta eliminar ou evitar é de responsabilidade do factor humano.
O conhecimento do futuro pode ser classificado em três classes: certeza, incerteza e ignorância. Cada uma dessas classes requer tipo diferente de planejamento, comprometimento ou adaptação.
Ao enfrentar situações de desequilíbrio, a empresa pode responder de diferentes formas aos estímulos externos. A resposta pode ser passiva, antecipatória ou auto estimulada.