Existem diversos tipos de inteligência. A inteligência emocional mostra a habilidade de uma pessoa para conhecer-se a si mesma, controlar seu estado de espírito, saber administrar bem suas emoções para poder viver com mais serenidade.
Este autoconhecimento serve também de base para potencializar as relações pessoais positivas. O conceito gestão emocional mostra a habilidade das pessoas que são donas de suas emoções e não escravas, ou seja, não vivem condicionadas por seus impulsos de cada momento, mas que através do seu próprio conhecimento podem se compreender melhor.
A gestão emocional não é inata, mas pode ser aprendida ao longo da vida. Trata-se de uma aprendizagem que inclui habilidades tão importantes como compreender, controlar e modificar sentimentos ou emoções próprias, mas também nos permite compreender melhor como se sente a outra pessoa.