O Instituto de Gestão de Activos do Estado (Igape) faz parte da estrutura accionista da Recredit, com uma participação de 5,0 por cento do capital social, o que transforma esta instituição de sociedade unipessoal anónima para pluripessoal
Com a entrada do Igape na estrutura societária, essa instituição de recuperação do crédito mal parado do banco BPC agora é transformada em Recredit- Gestão de Activos S.A, de acordo com o despacho presidencial publicado em Diário da República, de 22 de Julho, a que a Angop teve acesso na quarta-feira. Com essa transformação, a Recredit-Gestão de Activos S.A passa a dedicar-se de modo exclusivo e com o propósito específico de gerir activos financeiros do BPC, adquirindo-os pelo seu justo valor de mercado, e acessoriamente, à gestão de activos de participações financeiras e de patrimónios cuja titularidade lhe advenha do seu objecto principal com vista à sua alienação. O despacho presidencial autoriza a constituição de um Comité de Estratégia e Monitorização, órgão colegial de controlo do Conselho de Administração na condução do plano e actos de gestão. Este comité, de acordo com o documento, deve emitir pareceres sobre a aquisição e recuperação de crédito malparado.