Quando há uma necessidade de mudança de desempenho dos colaboradores é comum pensar que a solução mais adequada seja o treinamento. A psicologia organizacional aplica princípios e métodos relacionados ao trabalho humano, com o objectivo de promover o desenvolvimento integral do profissional. É parte da ciência destinada à compreensão do comportamento manifestada dentro do ambiente.
Neste âmbito da psicologia, uma boa intervenção para melhor gestão dos recursos é desenvolvida a partir de uma compreensão do clima e da cultura organizacional. Esses são factores a serem identificados por entrevistas e questionários numa amostra representativa dos diversos segmentos da empresa.
Este factor psicológico tem o papel primordial de orientar os seus líderes para gerirem as pessoas alinhadas aos objectivos empresariais. Além de desenvolverem e potencializarem as capacidades de cada um dos colaboradores está área de conhecimento faz questão de melhorar as relações interpessoais, a comunicação e sua adaptação às condições do ambiente.
Ressalta-se que actualmente as empresas buscam parceiros com requisitos específicos para preenchimento de vagas. A consultoria de relacionamento avalia o candidato mais adepto para tal vaga oferecida e actua como facilitador e conscientizador do papel dos vários grupos que compõem a instituição, considerando a subjectividade dos indivíduos, sem perder de vista sua inserção no contexto mais amplo da organização.
Nunca é demais lembrar que o elemento humano é factor diferencial, ao gerar soluções, movimentar a empresa e tornar mais próximas as relações com seu cliente. A relação custo - benefício deve ser analisada em relação aos efeitos da intervenção no curto e longo prazo, em factores tangíveis, como melhoria de produção.