Em recursos humanos, recrutamento é o processo que busca atrair candidatos para as vagas existentes e possíveis de existirem. Essa actividade está sempre a ser desenvolvida e centralizada numa área. Existem dois tipos de recreutamento: o interno e o externo. O recrutamento interno é um processo de aproveitamento do capital humano interno e serve também como fonte de retenção e motivação dos profissionais dentro da empresa.
O processo de recrutamento interno geralmente contempla as seguintes etapas:
-Divulgação da vaga por meio de murais, internet e/ou outros meios utilizados pela empresa;
-Inscrição dos candidatos interessados e entrega de formulários de preenchimento;
-Prova técnica e/ou
estudo de casos;
-Dinâmica de grupo (se houver muitos participantes);
-Entrevista com RH e, por final, com gestor da área requisitante;
-Feedback do processo para os candidatos.

Vantagens

-O processo do recrutamento interno é mais económico, pois dispensa o trabalho
de empresas de recrutamento.
-Melhor aceitação da política de pessoal – constitui um incentivo importante para os funcionários.
-O funcionário está mais integrado na empresa e é desenvolvido um espírito sadio de competição e crescimento entre o pessoal.

Desvantagens

-A expectativa da pessoa ao novo cargo pode diminuir seu rendimento no cargo actual, devido a expectativa gerada.
-Podem gerar conflito entre os funcionários e atitudes negativas àqueles que não são promovidos, e podemos ter gerentes ressentidos pela
perda de um bom funcionário.
-O bom desempenho de um funcionário em uma função não garante seu sucesso noutra outra actividade.
-Falta de“sangue novo” na equipa.

Recrutamento externo

Esse tipo de recrutamento só é feito quando se esgotam os recursos humanos internos da empresa. É o preenchimento de uma vaga através da contratação de uma
pessoa de fora da empresa.

Vantagens

-Uma das vantagens é que
tem maior leque de escolha.
-Maior facilidade de aprendizagem.
-Possibilidade de selecção mais exigente.
-Experiências novas para a organização - Renova e enriquece os recursos da organização (oxigena a organização), agrega capacidades ainda inexistentes na equipa.
-Mão-de-obra sazonal, ou seja terciarização para trabalhos temporários.

Desvantagens

-Pode reduzir a lealdade da empresa.
-É um processo demorado e lento e pode-se afectar a política salarial da empresa (quando o novo funcionário é admitido
com salário mais elevado).
-Insatisfação na equipa existente e desmotivação dos funcionários que aguardavam uma oportunidade
para serem promovidos.
-No caso da mão-de-obra sazonal, a inteligência do trabalho estar nas mãos de funcionário de outra empresa (terceira).
Mas existe uma forma de contemplar os dois tipos de recrutamento, ou seja, que seja ao mesmo interno e externo,
chamado de misto ou composto.
Essa forma de recrutamento ocorre quando uma empresa divulga internamente a abertura de uma vaga na equipa, disponibilizando na internet, fixando cartazes, enviando e-mail ou qualquer outra forma de comunicação interna para que o quadro de funcionários tome conhecimento da abertura da vaga.
Ao mesmo tempo é solicitado que o sector dos recursos humanos busque no mercado um profissional que atenda as características desejadas
para o preenchimento da vaga.
Não há prioridade de nenhum dos lados quanto ao preenchimento da vaga, ou seja, ingressa na vaga o profissional mais competente e que reúna maiores condições para atender as expectativas.