As obras de reabilitação da estrada Lucira/Equimina/Benguela iniciam, nos próximos dias, informou o ministro das Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida.
Em declarações à imprensa no final da visita à província do Namibe, o governante disse que a construção da estrada Lucira até ao rio Equimina, num percurso de 100 quilómetros, vai facilitar a comunicação entre as duas províncias e reduzir o tempo feito actualmente para a cidade do Lubango.
“A proposta da conclusão estava prevista para 24 meses e faremos o possível para reduzir o tempo”, disse.
O governante informou que muitas obras estão paralizadas por causa da crise que o país vive, acrescentando que o ministério pretende concluir
aquelas que já iniciaram.
Na visita ao troço Moçâmedes/Baia das Pipas, o ministro considerou o local de ponto turístico e orientou a sua reabilitação com urgência para que a circulação seja feita na maior normalidade. Informou que no troço Moçâmedes/Baia das Pipas os trabalhos de terraplanagem iniciaram no princípio do ano em curso e estão a cargo da empreiteira Sotal.

Controlo das obras
O ministro recomendou ao Laboratório de Engenharia de Angola o estudo dos materiais que estão a ser usados na via município de Moçâmedes/Virei, num percurso de 102 quilómetros, para prevenir possíveis danos “Verificamos que o material que está a ser utilizado nas estruturas do pavimento não é adequado, portanto recomendamos que o Laboratório de Engenharia de Angola venha à província do Namibe para estudar os materiais adequados para a referida estrutura”, sublinhou.
O director-geral da empreiteira Sotal engenharia e construção, Luís Eduardo Pazito, responsável pela empreitada na Estrada Lucira/Equimina garantiu que tão logo seja equacionado o problema financeiro os trabalhos serão retomados, informando que já foi feito o trabalho de terraplanagem e escavação de rocha num troço típico e muito complicado.
No Namibe, o ministro visitou a fábrica de Emulsão de Asfalto, o porto pesqueiro do Tômbwa, a estrada Moçâmedes/Virei, Bibala/Lola, Bibala/Camucuio e Lucira/Equimina.