O Orange Corners Angola gradou, esta semana, em Luanda, os dez participantes do primeiro grupo de incubação na área de empreendedorismo, numa cerimónia que ocorreu no Rooftop Park, na capital do país. O objectivo projecto é dinamizar o sector económico angolano, trabalhando com equipas de jovens com ideias de negócios.
O programa de incubação surge também com o objectivo de permitir aos jovens criarem startups inovadoras e sustentáveis com o potencial de fomentar o empreendedorismo e gerar empregos em várias zonas do país.
Segundo Margareth Costa, coordenadora da Orange, esta iniciativa surge em Angola justamente para dar resposta às dificuldades socioeconómicas que o país enfrenta. “Este projecto dá suporte a todos os empreendedores de modo a desenvolverem as suas startups numa fase embrionária dando formações”.

Plataforma inovadora

O Orange Corners é uma plataforma para empreendedores e ensina os mesmos a aprenderem a estimular a sua criatividade, expandirem os seus negócios e a sua rede profissional.
O Projecto Orange Corners Angola é uma iniciativa da Embaixada do Reino dos Países Baixos, voltado ao fomento de empreendedorismo em Angola.
Gerida pela empresa Gestão Profissional (GP), esta iniciativa é patrocinada pelo Standard Bank, Kixicrédito e Van Oord e apoiado pela agência de comunicação ZWELA.