A regulamentação excessiva e a incerteza política estão no topo das preocupações dos CEO em 2019. Foi o que revelou a última pesquisa anual da prestadora de consultoria e auditoria PwC sobre líderes empresariais mundiais. Segundo o levantamento, 35 por cento dos CEO estão “extremamente preocupados” com essas questões, consideradas ameaças ao crescimento dos negócios.
Logo atrás na terceira posição da lista de preocupações, está a disponibilidade de habilidades-chave, com 34 por cento. O proteccionismo é citado por 30 por cento dos CEO do mundo todo — com uma provável na Casa Branca de hoje.
Veja as 10 maiores ameaças para o desenvolvimento dos negócios em 2019, segundo CEO de 91 países. Os dados foram colectados em Setembro de 2018.
1º. Regulamentação excessiva — (35%); 2º. Incerteza política — (35%); 3º. Carência de habilidades-chave — (34%); 4º. Conflitos comerciais — (31%); 5º. Ameaças cibernéticas — (30%); 6º. Incerteza geopolítica — (30%); 7º. Proteccionismo — (30%); 8º. Populismo — (28%); 9º. Velocidade das mudanças tecnológicas — (28%) e 10º. Volatilidade da taxa de câmbios — (26%).