Em todo o mundo, a expectativa é de que a indústria dos desportos electrónicos facture 1,1 bilião de dólares ainda este ano. O público também tem expectativa de aumentar, com audiências de 453,8 milhões este ano. O número é dividido entre 201,2 milhões de entusiastas e 252,6 milhões de espectadores ocasionais.
Segundo o site estatístico “Newzoo”, são 10,7 milhões de telespectadores ocasionais, que assistem menos de uma vez por mês e 7,6 milhões de entusiastas, mais de uma vez por mês. Só no Brasil, está na terceira. A expectativa é de que número aumente em 2021, chegando a 15,3 milhões ocasionais e 12,6 milhões de entusiastas nos próximos anos.
A facturação é proveniente da assistência das “League of Legends” (LoL), “Dota 2”, “Fortnite” e “Counter Strike: Global Offensive” (CS:GO) estão entre os mais jogados e assistidos no mundo. No Brasil, “Rainbow Six: Siege” (R6) e “Free Fire” também se destacam no competitivo nacional, por exemplo.
Muitos profissionais acreditam também que o desporto é uma coisa nova, então, é normal ter pessoas fora do cenário nesses cargos. “Cada modalidade tem o seu ecossistema específico; o ‘LoL’ não é igual o ‘CS’. Quem chega de fora ainda não tem tanta noção. Então, precisa de passar por um processo de imersão em que se mostra como tudo funciona”, esclarece Hamence.
Com números tão expressivos de audiências e valores altos, não é à toa que o sector relativamente nova esteja a chamar a atenção como um nicho de carreira, tanto de apaixonados tanto para quem pouco conhece desse mercado. Para quem quiser se aventurar, há profissões novas e já conhecidas que começam a se destacar e aparecer. Seleccionamos sete opções de cargos e carreiras no mundo dos desportos.

Cargos administrativos
CEO, director e gerente. Marketing, comunicação e jurídico são algumas áreas necessárias para uma equipa de desporto electrónico. Cada profissional tem a sua função, o que leva a responsabilidades de lidar com contratos de atletas e empresas, agendas de compromissos dos jogadores, organizar viagens, questões internas das gaming houses, local em que o time mora e treina e contratação de profissionais, entre outras atribuições.
Thomas Hamence, actual CEO da equipa Pain Gaming, entrou na equipa em 2014, teve algumas idas e vindas, e também passou por cargos diferentes. “Eu gerencio e defino todas as operações de médio e longo prazo. Tenho que ter visibilidade do que a gente quer atingir neste ano, no próximo e daqui cinco”, explica.

Saúde
A figura do psicólogo foi uma das primeiras relacionadas à medicina a aparecer nos times. Hoje, nutricionistas, fisioterapeutas e preparadores físicos também são peças importante no sucesso das equipas. “Quanto mais apoio pudermos dar aos jogadores melhor”, diz o CEO da Pain.

Casters
Os narradores e comentaristas dão voz e animação às partidas. Cada competitivo de um jogo conta com narrações marcantes. Para entrar na carreira, é recomendável construir um portfólio transmitindo partidas, profissionais ou amadoras, para treinar e se habituar com o que acontece no jogo. Saber o vocabulário, termos e o contexto do game que quer trabalhar. Cursos de locução também são uma boa forma de melhorar o currículo.

Coach
Os “professores” também chegaram aos desportos electrónicos. Um coach é responsável por orientar os atletas, aplicar treinamentos e escolher as melhores tácticas para superar os adversários. No competitivo, equipas de todas as modalidades têm técnicos nos seus elencos. Alguns times têm até profissionais de outros países.
Os times universitários e amadores são uma opção para começar na área. Assim, é possível colocar um pé no sector e conseguir mais experiência. Porém, é preciso conhecer bem o jogo para desempenhar bem a função.

Analista
Outro cargo curioso que ganha espaço no desporto e também é comum em outras modalidades. Envolve colecta de dados e análises de estatísticas de jogadores e equipas. Um analista pode trabalhar para um time, concentrando as suas atenções em aprimorar as tácticas e dar suporte ao coach. Além de reunir informações sobre pontos fortes e fracos dos oponentes, outra opção é apoiar as equipas de transmissão, com números relevantes.

Juíz
O profissional é o responsável por certificar que as equipas seguem as regras do campeonato a cada partida disputada. Ele deve conhecer o regulamento a fundo para aplicar as devidas punições para cada infracção cometida. É comum vê-los atrás dos jogadores e na frente dos computadores durante as partidas.

Streamer de games
A prática pode ser um simples passatempo ou fonte de dicas para melhorar o desempenho de um principiante, treinar jogadas e até mesmo comentar competições. Por isso, os streamers têm ganho espaço ao produzir conteúdo para a internet. Já que a credibilidade é um importante factor para ter sucesso nesta ocupação, ela se tornou uma prática comum entre pro-players e pessoas conhecidas no cenário de uma determinada modalidade.