A entrega de 21 novos autocarros aos empresários que exploram há décadas a área dos transportes públicos, na última semana, no Lubango (Huíla), melhorou substancialmente a circulação de pessoas e mercadorias em diversos pontos do casco urbano da urbe.
Os transportes colectivos entregues pelo governador provincial da Huíla, Luís Nunes, possuem também condições favoráveis a mobilidade dos deficientes físicos e respectivos acessórios com realce para a cadeira de rodas.
A directora do gabinete provincial dos Transportes, Tráfego e Mobilidade Urbana, Gracinda Gonçalves, explicou ao Jornal de Angola que a afectação dos meios à província se enquadra na materialização do projecto Transporte Urbano Regular de Passageiros (TURP) em curso já a quatro meses.
“O período experimental da implementação do projecto visou a definição e avaliação dos locais das paragens, mapeamento, análise e definição dos principais utentes, teste do sistema do controlo da circulação dos autocarros nos cincos pontos principais da cidade”, disse.

Défice
Gracinda Gonçalves que considera o actual lote de autocarros ser ainda insuficiente para corresponder com a demanda, informou que Lubango foi a eleita para a fase experimental do projecto, estando agora em avaliação os demais municípios para serem seleccionados mais dois.
Fez saber que para cobrir as necessidades de mobilidade dos utentes, são necessários 52 autocarros, tendo em conta a concentração da maior densidade populacional da província da Huíla estimada em um milhão de pessoas.
Para melhor gestão dos meios que deram emprego a 84 jovens, três operadoras, nomeadamente Paufil, Orcalves e Cooperativa dos Empresários do Sector dos Transportes Rodoviários da Huíla (CESTRH), se encarregam de todos os serviços até amortizarem os veículos ao Estado.