Cerca de 68.970 famílias camponesas, organizadas em cooperativas e associações estarão envolvidas na presente campanha agrícola 2019/2020, segundo informa o Gabinete provincial da Agricultura da Lunda Sul.
A instituição indica que a campanha que será aberta no próximo dia 5, terá uma área de cultivo de mais de 65 mil hectares.
O Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) tem disponível cinco mil enxadas, 2.100 catanas, 40 toneladas de adubos (13 de ureia e 14 de sulfato de amónio) bem como 36 tractores.
Segundo o director provincial da Agricultura, Nelson Senguetali, a Lunda Sul prevê colher acima de 360 mil toneladas de produtos diversos.
Revelou que a província dispõe de solos com características que facilitam a adaptação da maior parte das culturas como mandioca, arroz, batata-doce e rena, ananás, banana, mandioca, milho, hortícolas e frutícolas.
Pediu aos empresários que actuam no ramo agrícola, a investirem para reforçar os apoios feitos pelo Governo que em todas as épocas agrícolas distribui diversos meios de trabalho às famílias camponesas para aumentarem a produção, com o objectivo de melhorar a segurança alimentar.
Os indicadores de colheita alcançada na época passada apontam para 800 mil toneladas, produzidas numa área de 100 mil hectares, produzidos por cerca de 68.100 famílias.