A proposta do orçamento do Ministério da Construção e Obras Públicas para o exercício económico 2020 reserva um montante a ronda à volta de 163,3 mil milhões de kwanzas, dos quais 93,6 por cento destina-se ao Programa
de Investimento Público.
Segundo um documento do Ministério da Construção e Obras Públicas, ao todo serão 152 mil milhões de kwanzas que a proposta do Pip 2020 para o sector, tendo sido identificados várias prioridades, com destaque o Programa Integrado de Intervenção aos Municípios (PIIM), o Plano de Salvação de Estradas e os projectos estruturantes de prioridade máxima.
Para as despesas de funcionamento foi fixado um tecto de 60 por cento inferior as necessidades apresentadas pelos diferentes órgãos dependentes do órgão do do Ministério da
Construção e Obras Públicas.
A fonte destaca que o Fundo Rodoviário e Obras Emergências (FROE) está a cumprir o seu papel, financiando as obras de estancamento de ravinas e recuperação de pontes destruídas, que ameaçavam colocar em risco a vida das populações e bens públicos, em várias zonas do país.
O Froe está, igualmente, a financiar as acções de conservação e manutenção das infra-estruturas rodoviárias, além do acompanhamento da sua execução.
Quanto ao balanço da execução do Orçamento Geral do Estado (OGE) do ano de 2019, tem um grau de 44 por cento, segundo o comunicado do II Conselho Consultivo do Ministério da Construção
e Obras Públicas. AV