Uma nova torre de controlo e uma sala protocolar foram inauguradas, recentemente, no aeroporto “11 de Novembro”, em Ondjiva, sede capital da província do Cunene, com o objectivo de proporcionar serviços com maior comodidade e segurança aos utentes.
Inaugurados pelo governador do Cunene, Kundy Paihama, a construção dos empreendimentos enquadra-se na política do Executivo angolano que visa melhorar o funcionamento das instituições públicas no âmbito das políticas de desenvolvimento sustentável da província.
A directora da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA) no Cunene, Catarina António, disse que a construção da torre de controlo, orçada em 350 milhões 625 mil kwanzas.
O empreendimento tem por objectivo adequar o aeroporto de Ondjiva aos desafios actuais da prestação de serviço do controlo do trafego aéreo, uma vez que a antiga não correspondia com as necessidade do ponto de vista de evolução tecnológica.
Catarina António disse que a torre com quatro pisos conta com a instalação de equipamento de ponta como o sistema AGL para o controlo remoto do sistema de balizagem luminosa da pista e o sistema automático de informação meteorológica.
A nova torre com uma altura de 15 metros, está localizada a poente da aerogare e comporta quatro pisos. Dispõe de áreas administrativas, salas de prestação de serviço aeroportuário, de reuniões, de equipamentos, descanso e prestação de tráfego aéreo e um wall.
A sala protocolar orçada em 178 milhões 27 mil 591 kwanzas, foi projectada essencialmente ao trânsito, embarque e recepção dos membros do governo e entidades protocolares. Tem salas vip, de espera, átrio e wall.
O aeroporto conta igualmente com um parque de estacionamento, com capacidade para 180 viaturas, entre outros serviços.

Condições criadas
Em declaração à imprensa, kundy Paihama, disse que as infra-estruturas vão permitir dinamizar o trabalho prestado, no âmbito da diversificação dos bens e serviços à disposição dos passageiros e público em geral, assim como garantir melhor trabalho no aeroporto 11 de Novembro.
“Com abertura destes serviços estão criadas as condições para os utentes do aeroporto disporem de um serviço de qualidade, à semelhança do que acontece em outras partes do mundo”, considerou.
Inauguradas no âmbito das festividades do 15º aniversário da Paz e Reconciliação Nacional, o acto foi testemunhado pelo administrador para rede de aeroportos provinciais da Enana, Manuel kandenge, membros do governo do Cunene, entidades religiosas entre outros convidados.