Um total de 30.600 hectares de terras mais vinte em relação ao período anterior foram preparados para a campanha agrícola 2017/2018 no município dos Bundas, província do Moxico.
O director municipal da agricultura, Canhica Laston, disse, recentemente, em declarações à Angop, que em face ao alargamento dos hectares, prevê-se colher 80 mil toneladas de milho, mandioca, batata-doce, feijão, amendoim, massango,
massambala, entre outros.
A campanha vai envolver mais de 10 mil famílias que tem a agricultura como principal fonte de renda.
O responsável fez saber que até ao momento, a principal preocupação dos camponeses da região prende-se com a escassez de fertilizantes e sementes, porém, esforços estão a ser envidados
para se mudar tal cenário.
O município dos Bundas situa-se a 356 quilómetros a Sul do Luena, capital da província do Moxico controla 30 associações agrícolas
com mil e 505 associados.
A campanha agrícola anterior, produziu mais de trinta toneladas de produtos diversos com destaque a mandioca e milho das 52 previstas para a campanha agrícola 2016/2017.

Mais apoios

Por outro lado, as autoridades tradicionais da comuna do Luvuei, município dos Bundas (Moxico), pediram esta quinta-feira ao governo local e aos empresários mais apoio de instrumentos de produção agrícola, visando a contribuir no aumento
da produtividade desta região.
Em declarações à Angop, os regedores, sobas e seculos apontaram a falta de enxadas, catanas, tractores e fertilizantes como principais necessidades.