O Governo angolano prevê investir, este ano, mais de 80,5 mil milhões de kwanzas para financiar 11 projectos públicos na província de Benguela. A informação foi avançada, na passada terça-feira, pelo director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatísticas do governo da província de Benguela, Jorge Rafael, num encontro com a classe empresarial local, para apresentação do Orçamento Geral do Estado para a região.
Segundo o responsável, dos 11 projectos de investimentos públicos realçam-se os da construção de um edifício de três andares para direcções provinciais, reabilitação do Museu de Arqueologia, do edifício da Rádio Benguela, bem como a reabilitação do dique do rio Halo.
Referiu que estão ainda previstas a construção da repartição municipal das Finanças no município da Ganda, reabilitação das estradas nas ruas de Angola e da Salvador Coutinho, no município de Benguela, bem como a construção de quatro Chimpacas (reservatórios de água) nos municípios do Chongoroi e Caimbambo.

Processo mais transparente
Na ocasião, o governador provincial de Benguela, Rui Falcão, que orientou o encontro, disse que o certame visa trazer a público o OGE e tornar o processo mais transparente no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP), bem como da prestação de serviço ao estado a ser implementado na província.
Rui Falcão reconheceu que as receitas concedidas para execução dos projectos na província são insignificantes e exorta aos empresários a concorrerem mediante a sua capacidade.
“Queremos que todos os empresários tenham as mesmas condições de partida, e que vença o melhor, e que o investimento a fazer tenha uma correspondência directa e qualidade”, disse.