O director provincial do Gabinete da Agricultura e Florestas, Marcolino Rocha Sandemba, disse que durante o mês de Março foram colhidas mais de duas toneladas de batata rena no Bié.
Revelou que na época chuvosa, a produção baixa, devido aos custos de produção bem como das pragas.
“Em Março deste ano, foram colhidas duas mil toneladas de batata rena, mais de 1.000 em relação à produção do último trimestre de 2018. Até Setembro próximo, os camponeses perspectivam colher mais de 8.000 toneladas”, afirmou.
Quanto ao milho, a província do Bié, está a colher nesta época agrícola 6.000 quilos de milho
“Na campanha agrícola 2018/2019 foram preparados 10 mil hectares de terra de forma mecanizada nos municípios do Cuito, Camacupa, Catabola, Chitembo, Cunhinga, Cuemba, Nhârea, Chinguar e Andulo”, anunciou.

Mais apoios
O aumento da produção deveu-se ao apoio do Executivo, concretamente do Ministério da Agricultura e Florestas, com cinco mil toneladas de fertilizantes diversos aos agricultores locais.
Marcolino Rocha Sandemba disse que além dos fertilizantes, os camponeses receberam ainda 600 toneladas de sementes diversas para garantir e melhorar a qualidade de produção das culturas e charruas de tracção animal, amónios e outros instrumentos agrícolas, tais como machados, enxadas, catanas e limas.