O governo da província do Bié está empenhado em melhorar as condições de vida das populações, erguendo infra-estruturas e promovendo projectos que visam alavancar a produção local e dar empregabilidade as jovens.
Segundo o governador do Bié, Pereira Alfredo, durante o tradicional cumprimentos de final de ano, destacou ter chegado o momento de se fazer alguma introspecção do percurso o feito ao longo do ano de 2019 e ainda agradecer o empenho de todas as forças vivas da província, que directa ou indirectamente contribuíram para a colocação de mais uma pedra para o desenvolvimento do Bié em particular, e de Angola em geral.
“Ao longo do ano, que está preste a findar, registamos factos de relevo, que devemos assinalar aqui e agora. Como a título de exemplo a primeira visita a província do Bié de sua Excelência o Presidente da República João Lourenço, uma visita carregado de tamanho simbolismo e também relançar as esperanças por dias melhores”, disse.
Acrescentou ainda que, “ao longo desta visita tivemos ganhos muito importantes, como por exemplo a inauguração da aerogare do aeroporto Joaquim Capango, o Hospital Municipal do Cuemba e a inauguração da segunda fase da estação de tratamento de águas do Cuto”.
O governador do Bié relembrou que à margem da visita do Chefe de Estado foi lançada a pedra para a construção de 398 habitações na centralidade do Cuito, e ainda o programa denominado “Tinha terra” que atribui títulos aos camponeses.
“Foram ainda aprovados importantes projectos estruturais para a nossa província nos vários domínios, com destaque para os principais troços de estradas, a energia e águas, para a educação, saúde, indústria, entre outros. Alguns deste projectos estruturantes começam a serem executados no próximo ano económico” disse.

Mais infra-estruturas

Pereira Alfredo afirmou ainda que o PIIM na província do Bié consagra a construção de habitação de 11 unidade sanitárias , que vão disponibilizar cerca de 500 camas, entre outros projectos do referido programa.
“Quanto a criação de condições para se dar resposta às várias preocupações das nossas populações a província viu aprovado projectos importantes inseridos no Plano Integrado de Intervenção Municipal (PIIM), com destaque para a intervenção das principais vias terciárias em mais de 700 quilómetros (km) de terraplenagem, 77 km em asfalto e ainda a construção e reabilitação 48 escolas, correspondentes 450 salas de aulas, que poderão absorver pouco mais de 49 mil crianças que se encontram fora do sistema de ensino ou a estudar em condições precárias”.
O governante acrescentou que durante o ano de 2019 foram concretizados outros ganhos como a chegada da energia eléctrica do aproveitamento hídrico de Laúca, que está a abastecer a cidade do Cuito.