As primeiras casas da urbanização “Boa Vida”, localizado na zona Sul de Luanda, construído pelo grupo empresarial “Boa Vida” começaram a ser entregues na passada terça-feira, 17.
As obras tiveram início em 2014, cuja conclusão está aprazada para 2020, num investimento de 500 milhões de dólares. O empreendimento será constituído por cinco condomínios fechados, numa área de 722 mil metros quadrados, com vivendas feitas dentro de um conceito inovador de funcionalidade, arquitectura e qualidade de acabamentos.
Em declarações à imprensa, na cerimónia de entrega das primeiras residências do projecto, o presidente do Conselho de Administração do grupo Boa Vida, Tomasz Dowboor, sublinhou que os projectos habitacionais devem garantir qualidade dos materiais.
Considerou que o sucesso de uma empreitada de construção habitacional passa pela gestão do projecto e fiscalização de modo a garantir o equilíbrio na relação qualidade e custo.
Por outro lado, referiu que os empresários do ramo da construção civil devem aproveitar o momento de crise financeira que o país enfrenta para formar quadros locais de modo a serem usados como mão-de-obra nos seus projectos.