O Grupo Empresarial Build Angola vai investir 200 milhões de dólares para construir três mil casas no condomínio imobiliário “Nosso Lar”, situado na comuna do Benfica, município da Samba em Luanda.

A informação foi avançada pelo director de Novos Negócios da firma, Fernando Montenegro, antes do lançamento público do projecto, que aconteceu, ontem, em Luanda. Com este acto deu-se início ainda ontem da construção das três mil casas que serão construídas em três fases. Com uma dimensão de 90 a 129 metros quadrados cada uma, as moradias serão feitas a 100 por cento de alvenaria (estruturas e paredes através do uso de argamassa). O Build está a comercializar cerca de 100 casas a preços promocionais.

Características do projecto

O projecto “Nosso Lar” é, na óptica da fonte, o primeiro a nível do país concebido a 100 por cento à base de alvenaria, no qual será obedecido o padrão das exigências do mercado angolano, no caso da dimensão dos compartimentos.

Nesta perspectiva, vai se privilegiar maior dimensão dos quartos, assim como as salas e cozinhas. Já no espaço do quintal, o proprietário poderá erguer infra-estruturas a seu gosto, onde poderá caber um anexo.

Saneamento

Definitivamente, o saneamento básico no projecto está salvaguardado, pois serão construídas vias de escoamento para águas residuais, tudo na perspectiva de proteger a saúde dos residentes e, por conseguinte, a protecção do meio ambiente. A plantação de árvores para reduzir o aquecimento durante a fase das altas temperaturas, consta das prioridades dos gestores do Build Angola.

Fernando Montenegro adiantou que a gestão do condomínio estará a cargo de uma empresa que se encarregará também de cuidar dos aspectos de fornecimento de energia eléctrica e água.

Preços

O custo da residência dependerá das características e das suas dimensões, e poderá rondar na faixa dos 119 mil dólares aproximadamente.

“Serão casas com características boas, onde vamos privilegiar o conforto. Estamos atentos e queremos contribuir para a melhoria do país no ramo habitacional”, garante, acrescentando que o grupo prtende ser, deste modo,o primeiro a vender os imóveis a preços relativamente baixos, para poder abranger às franjas mais necessitadas e com poucos recursos financeiros”, disse.

Emprego

O projecto vai criar dois mil novos empregos aos técnicos angolanos especializados no ramo da construção.

O grupo Build Brasil, presente há seis anos em Angola, acaba de se tornar numa empresa 100 por cento angolana depois de lançar o projecto “Nosso Lar”.

O grupo é referência no mercado imobiliário nacional, onde já lançou quatro projectos de grande dimensão, nomeadamente Quintas do Rio Bengo, The One, Bem Morar e Centro Comercial.

Quintas do Rio Bengo

O Quintas do Rio Bengo é um condomínio fechado de quintas, rico em paisagem, que oferece plantas de T1 a T6, centro comercial, casas com piscina, jango com churrasqueira com sistema de segurança 24 horas. Está localizado na estrada da Funda, entre Catete e Caxito.

The One

O The One, lançado em 2007, foi o primeiro projecto imobiliário do grupo Build Brasil, um loft com serviços de quarto, restaurantes e fitness.O empreendimento encontra-se em fase de finalização.

Os apartamentos serão entregues a partir de Novembro deste ano. Está localizado na Avenida Pedro de Castro Van-Dúnem, estrada do Golfo, próximo ao mini-mercado Mundo Verde (Talatona).

Bem Morar

Já o Bem Morar é um conceito de projecção de mini-bairros, um produto planeado, voltado para a classe média, e que prima sempre pela qualidade. O empreendimento contará com vivendas de primeiro andar e prédios de apartamentos do tipo T3 e T4, além de um espaço para uma pequena área comercial.Lançado em Abril, o projecto encontra-se já a 90 por cento vendido. As primeiras unidades serão entregues em Abril do próximo ano. O projecto está localizado no bairro Benfica, próximo ao lar do Patriota, enquanto o Bem Morar Talatona defronte ao condomínio Cajueiro, comuna do Morro Bento, município da Samba.

Centro comercial

Já o centro comercial, da responsabilidade do mesmo grupo, é um empreendimento composto por oito torres, dos quais três comerciais e cinco residenciais. O centro contará com 80 lojas, incluindo supermercado, academia, pastelaria e churrasqueira.A obra está a ser construída na avenida Lar do Patriota e será entregue em finais de 2012.A intenção, segundo os gestores, é erguer uma estrutura que possa garantir bens e serviços aos moradores daquela circunscrição.

Leia mais sobre outros assuntos na edição impressa do Jornal de Economia & Finanças desta semana, já em circulação