Cinco tanques banheiros e respectivas mangas de vacinação, construídos nas comunas de Dumbi e Pambangala, no município de Kassongue, província do Kwanza-Sul, têm facilitado a imunização do gado bovino.

Estas condições estão também a permitir que os criadores dos animais adiram em grande número às campanhas de vacinação contra o carbúnculo e a peripneumonia contagiosa, para saúde animal. Segundo o chefe de secção de veterinária no município de Kassongue, Abel Chivutukua, os criadores de gado já entenderam os benefícios da vacinação, por isso, têm aumentado a sua adesão às campanhas de vacinação.

Dados divulgados indicam que, em 2002, o município possuía 800 cabeças de gado bovino e actualmente conta com 40.000, prevendo-se atingir, até 2017, a cifra de 70.000 cabeças. Os níveis alcançados aconselham os empresários a investirem na construção de um matadouro na região, para que a população possa consumir carne com qualidade.

Para 2014, prevê-se a introdução no município de gado leiteiro, tendo em conta as condições climatéricas, para o surgimento de indústrias de lacticínios.