A partir do mês de Setembro, o abastecimento de energia eléctrica na cidade do Luena, província do Moxico será melhorado com a entrada em funcionamento da central térmica com capacidade de 20 Megawatts (MW).
De acordo com o ministro de Energia e Águas, João Baptista Borges, que visitou o projecto, o problema do abastecimento de água e restrições no fornecimento de energia à cidade do Luena, serão resolvidos com a conclusão das acções em curso, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP).
Para este ano, conta a construção de uma térmica fotovoltaica que vai permitir a produção de energia e reduzir de forma significativa o actual défice.
Garantiu que a partir de 2024, as províncias das Lundas Norte e Sul, bem como Moxico, vão beneficiar de energia a partir do Aproveitamento Hidroeléctrico de Laúca.

Mais água potável

Quanto ao abastecimento de água potável para a cidade do Luena, o ministro reconheceu haver dificuldades na distribuição, principalmente na época chuvosa, devido ao desmoronamento de terra próximo do sistema de captação de água do rio Lumege.
“Estamos a trabalhar arduamente no sentido de corrigir os obstáculos o mais rápido possível, para que os munícipes possam usufruir do precioso líquido sem constrangimentos”, augurou.