O posto fronteiriço do Chissanda, Lunda Norte, rende para o Estado angolano, 80 mil kwanzas/dia, fruto das trocas comerciais entre Angola e a República Democrática do Congo.
Em declarações à imprensa, à margem da visita efectuada pelos deputados do grupo parlamentar do Mpla, o responsável do posto fronteiriço, João Muachambi, disse que este valor resulta do
pagamento de impostos.
A fúmbua, farinha de trigo, arroz, açúcar, óleo vegetal, peixe congelado, refrigerantes, cerveja, fuba de bombó, o tomate e o jindungo, são os produtos comercializados na circunscrição.