No fórum, iniciado domingo e que encerra hoje (sexta-feira, 19), representantes de 130 países discutem, entre outros, assuntos administrativos e financeiros da Federação, questões técnicas ligadas ao controlo e segurança aérea e a revisão e actualização dos manuais de
procedimento profissional.
O encontro constitui mais uma oportunidade de intercâmbio, produção de conhecimento e inovação tecnológica em benefício dos
profissionais da classe.
A Aacta, constituída em 1991, tem contribuído para elevação dos conhecimentos dos profissionais de modo a prevenir a ocorrência de incidentes no espaço
aéreo sob sua jurisdição.
Presidida pelo controlador aéreo sénior, Nuno Kakumba Francisco, a associação angolana tem por finalidade defender e representar os interesses dos seus associados no que concerne ao exercício da sua actividade, o estreitamento dos laços de solidariedade entre controladores nacionais de tráfego aéreo e estrangeiros, a promoção do desenvolvimento cultural e científico dos seus membros e a sua filiação nas associações
internacionais congéneres.
O último encontro internacional da Ifatca decorreu em Março de 2016, na cidade norte-americana de Las Vegas, tendo debruçado-se, essencialmente, sobre a promoção da segurança, eficiência e regularidade na navegação
aérea a nível do mundo.
A comitiva angolana espera uma vez apresentar ás congéneres de outras partes o quadro evolutivo do controlo do espaço aéreo nacional.