Um programa conjunto para o reforço da cooperação técnico-científica e a formação de quadros angolanos no ramo dos transportes dominou a conversa entre o ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás e o secretário-geral da Organização Marítima Internacional (OMI), o japonês Koji Sekimizu.

O encontro entre Augusto Tomás e Koji Sekimizu deu-se à margem da 38ª Assembleia Geral da OMI, que decorreu em Londres (Inglaterra), de 25 de Novembro a 4 de Dezembro de 2013. Na ocasião, o governante angolano transmitiu a estratégia e fez o balanço do programa do Executivo, no que ao sector dos transportes diz respeito, com ênfase para os ramos marítimo e portuário.

Formação
Ainda em Londres, o Ministério dos Transportes assinou com a Universidade Marítima Mundial (UMM) um acordo no domínio dos assuntos marítimos e marinhos, com destaque para gestão, segurança, tecnologias de navegação, ambiente, náutica, poluição, protecção e risco.

Rubricou pela parte angolana, o titular da pasta, enquanto pela UMM assinou o reitor, Bjorn Kjerfve.

Ao abrigo do memorando assinado o Ministério dos Transportes poderá enviar para Malmõe, Suécia, três a dez bolseiros angolanos anualmente para a formação em pós-graduação, especialização, mestrados, doutoramentos e investigação.