A recuperação do "Corredor do Lobito", projecto de iniciativa do Executivo angolano, constitui um exemplo louvável e brilhante que deve ser seguido por todos os países africanos, afirmou hoje, em Luanda, a Comissária da União Africana para Infra-estruturas e Energia, Elham Ibrahim.

Elham Ibrahim, que falava à imprensa angolana, à margem da Terceira Reunião da Mesa da Conferência dos Ministros Africanos dos Transportes, aberta hoje pelo Ministro angolano do sector, Augusto Tomás, salientou a importância da reabilitação e desenvolvimento deste corredor, por envolver todas as modalidades de transportação (aérea, marítima, ferroviária e rodoviária), que permitirão a integração com os outros países da SADC.

Por esta razão, a comissária para infraestruturas e energia de África disse estar satisfeita pela forma como Angola está a implementar o projecto de recuperação e desenvolvimento do Corredor do Lobito, por se tratar de um programa de natureza nacional e regional, com reflexos para a agenda de integração de todo o continente africano.

"Temos um exemplo brilhante do trabalho que está a ser desenvolvido pelo Governo de Angola, na reabilitação e desenvolvimento do Corredor do Lobito, porque faz parte de todo o sistema integrado de transportes (transportes aéreos, ferroviários, marítimos e rodoviários). Esse exemplo deve ser seguido por todos os países africanos", concluiu.

O corredor do Lobito envolve o Porto do Lobito, o aeroporto Internacional da Catumbela e o Caminho-de-Ferro de Benguela – esta última infraestrutura liga Angola às repúblicas da RDCongo e Zâmbia.

A terceira Reunião da Mesa da Conferência dos Ministros Africanos dos Transportes, que decorreu sob presidência do Ministro angolano Augusto da Silva Tomás, analisou as actividades desenvolvidas pela Comissão, desde a sua anterior reunião, realizada em 20 de Julho de 2012, em Abuja, Nigéria e deliberou a cerca dos preparativos da Terceira Sessão da Conferencia da UA dos Ministros Africanos dos Transportes, prevista para Novembro próximo, em Malabo, Guiné Equatorial.

Na reunião que decorreu na capital angolana, os ministros analisaram e depois deliberaram sobre o relatório de implementação dos planos de acção dos subsectores dos transportes, relatório sobre a implementação do programa para o desenvolvimento de Infraestruturas em África (PIDA), com ênfase na componente de transportes, e a preparação da Terceira Sessão da Conferencia dos Ministros Africanos dos Transportes, a realizar em Malabo, Guiné Equatorial.