Cerca de 35 mil habitantes dos municípios de Menongue, Cuito Cuanavale, Cuangar e Dirico, na província do Cuando Cubango, beneficiam, na passada terça-feira, de fornecimento de água potável, com a construção de 16 Pequenos Sistemas de Abastecimento de Água (PSA´S), instalados com 92 fontenários. Os referidos pequenos sistemas de abastecimento de água foram construídos no âmbito do programa do Executivo “Água para todos”. O município de Menongue ganhou seis sistemas, Cuito Cuanavale e Cuangar beneficiaram cada quatro e o Dirico foi contemplado com dois. O secretário de Estado das Águas, Lucrécio Costa, procedeu a inauguração de três sistemas na comuna do Longa, município do Cuito Cuanavale, e que marcou o acto oficial da entrada em funcionamento dos 16 pequenos sistemas. Realçou que os 50 pequenos sistemas que vão ser construídos na província do Cuando Cubango vai permitir beneficiar mais de 141 mil habitantes. Lucrécio Costa explicou que a nível do Cuando Cubango, o município do Cuito Cuanavale vai beneficiar de nove sistemas, Mavinga (sete), Menongue, Calai e Dirico com seis sistemas de abastecimento de água, cada. O Cuchi, Nancova, Cuangar e Rivungo vão favorecer de quatro cada e estão a cargo da empresa de capital misto Owini (The art of water solution). Disse que o referido projecto a nível do Cuando Cubango, contempla ainda a construção de uma lavandaria, chuveiros e tanques de lavar, e está orçado em mais de 70 milhões de dólares, incluindo os serviços de manutenção por um período estimado de seis meses. Acrescentou que é necessário desencadear esforços para que rapidamente possa criar-se a nível do Cuando Cubango a empresa pública de águas e saneamento, para que possa efectuar manutenção aos 50 sistemas que serão instalados na província e capitalizar apoios intervencionais para fazê-lo.

Mais garantia
O director de obras da Owini no Cuando Cubango, Pedro Bezerra, garantiu que os 50 pequenos sistemas de abastecimento de água, a nível da região serão todos concluídos no I trimestre de 2020 e até ao final do presente ano serão concluídos mais de 40 em toda extensão da província. Salientou que o referido projecto compreende 50 pequenos sistemas de abastecimento de água, com 412 chafarizes e neste momento foram apenas construídas 92 do número previsto de fontenários. Revelou que começaram com a construção dos pequenos sistemas de abastecimento no mês de Maio do ano em curso e até ao momento foram apenas construídas 16 em cinco municípios por falta de estradas em condições, principalmente no interior da província do Cuando Cubango.

Implementação de projectos
O governador do Cuando Cubango, Pedro Mutindi, referiu que é uma mais-valia a implementação de projectos do género a nível da província, visto que é bastante rica em recursos hídricos e a população, com realce a que se encontra nas zonas mais recônditas deixaram de beber água imprópria para o consumo humano. Disse que muitos populares partilham o mesmo local onde acarretam água para o consumo, com os animais, situação que pode causar inúmeros problemas de saúde aos mesmos e com a construção destes sistemas, esta situação poderá ser resolvida. Pedro Mutindi lamentou o facto da província do Cuando Cubango, estar ainda desprovida de estradas, uma situação que tem criado inviabilidade em muitos projectos a serem implementados no interior, causando assimetrias entre os populares dos nove municípios.