Mais de 21 mil milhões de kwanzas serão investidos para a execução, no próximo ano, de 60 projectos nos seis municípios da província do Cunene, no domínio da reabilitação de estradas terciárias, aquisição e instalação de grupos geradores, reparação e ampliação da rede de distribuição de energia, iluminação pública, abertura de furos de água e conclusão das obras dos edifícios de administrações no quadro da implementação do Programa Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM). De acordo com dados do Gabinete provincial de Estudo e Planeamento, apresentados, recentemente aos membros do Conselho de Auscultação e as Comunidades, a iniciativa prevê trazer melhores condições de vida à população da província do Cunene, com realce para o aumento no fornecimento de energia eléctrica, saneamento básico e reabilitação de vias de acesso.

População satisfeita
Edgar Dimbulukeni, 36 anos, residente na cidade de Ondjiva, disse que o estado de degradação avançado das vias de acesso na província, constitui o principal empecilho para o crescimento socioeconómico da região para melhoria dascondições de vida das populações. O munícipe defende uma gestão participativa e transparente dando prioridade às acções que contribuem para melhoria das condições de vida dos cidadãos, no curto espaço de tempo. Defendeu o aumento de enfermeiros e professores visto que existe centros de saúde e escolas das localidades da província com carência de quadros o que obriga a população a percorrer longas distâncias em busca dos serviços. “Constatamos nas aldeias a existência de postos e centros de saúde sem técnicos suficientes, e os poucos que existe sãomaioritariamente contratados. Por isso, pedimos que seja dada mais atenção ao enquadramento de técnicos para garantir os primeiros socorros nas comunidades”, acrescentou. As populações da província do Cunene querem ver minimizado o problema cíclico da seca, que assola a região e deixa inúmeros prejuízos. A província do Cunene que por sinal tem sido a mais assolada pelo fenómeno da seca que tem afectado o Sul do país, conta com uma população estimada em 1.121.748 habitantes, que habitam numa área territorial de 78.342 quilómetros quadrados. Tem seis municípios, nomeadamente Cahama, Cuanhama, Curoca, Cuvelai, Namacunde e Ombadja.