O governador provincial da Huíla, Luís Nunes, garantiu total disponibilidade para ajudar, de forma institucional, os associados na Cooperativa dos Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA).
“Queremos dar continuidade, até que se consigam atingir os objectivos, de se conseguir substituir, na sua grande parte, as importações de carne, diminuindo o fluxo de divisas que é preciso obter para se conseguir importar outras necessidades do país, para que se possa vencer, crescer e desenvolver-se”, revelou.
O governo da Huíla, disse Luís Nunes, está atento aos constrangimentos que se vivem, o trabalho que está a ser desenvolvido, tendo garantido “tentar criar algumas condições possíveis e necessárias para se minimizarem os terríveis efeitos”da seca, que afecta e está a condicionar o crescimento da cooperativa.

Mais confiança
Reconheceu que realizar a 16ª edição da Feira Agro-pecuária do Sul de Angola, nas difíceis condições que a província vive é, para o governo provincial da Huíla, motivo de muito orgulho, e por isso “mantemos a mesma confiança que sempre depositamos nos empresários que temos”.
Na ocasião, o governador provincial da Huíla, Luís Nunes, incentivou a CCGSA, a continuar o desempenho com “espírito de sacrifício e com dedicação, porque o momento exige a vossa responsabilidade, pois, acredito que com o vosso sacrifício e com a ajuda do Executivo e do governo provincial, iremos conseguir atingir uma parte significativa das metas a que nos propusemos”