A administração municipal da Chibia, província da Huíla, está a incentivar as famílias camponesas a primarem pela produção do mel, por ser um dos métodos de aumentar A renda.
Para tal, a administração municipal da Chibia, está a trabalhar com a empresa “Jardins da Yoba”, ligada ao ramo da agricultura e pecuária, bem como na produção e distribuição de colmeias melhoradas, nas comunas do Jau, Capunda Cavilongo e comuna sede.
O administrador municipal adjunto da Chibia, Jai Frederico, que prestou a informação ao JE disse que o projecto está a ser desenvolvido em parceria com a empresa enunciada e visa melhorar a qualidade de vida das famílias camponesas.
Jai Frederico reconheceu que a apicultura é uma das actividades capazes de causar impactos positivos, tanto sociais, quanto económicas, além de contribuir para a manutenção e preservação dos ecossistemas existentes.
Frisou que o mel contém proteínas, diversos sais minerais e vitaminas essenciais à saúde, além do alto valor energético, possui propriedades medicinais e é um alimento de reconhecida acção antibacteriana.
No município da Chibia, referiu, com o propósito de contribuir para uma qualidade de vida melhor às famílias camponesas, a administração municipal local está a incentivar a produção do mel, com a distribuição de colmeias melhoradas.
Disse que apesar da actividade ser remota, no município, ainda existe um grande potencial apícola (flora e clima), por explorar e grande possibilidade de se maximizar a produção, incrementando também o negocio apícola.

Parceria

Informou que foram já produzidas e distribuídas mais de 50 colmeias e o objectivo, é de atingir mais de 250 apicultores até finais do ano em curso.
Disse que, além da entrega das colmeias, estão a ser realizadas acções que visam disseminar ao produtor, conhecimentos sobre biologia das abelhas, técnicas de manejo e colheita do mel, pragas e doenças dos enxames, importância económica,
mercado e comercialização.
O responsável afirmou que a apicultura também diminui as queimadas. Com isso, o mel tem uma grande importância económica e é fonte de energia na dieta e segurança alimentar das comunidades.
O município da Chibia apresenta características especiais de flora e clima que, aliadas a presença da abelha, lhe confere um potencial para a actividade apícola forte. Nesse sentido, a administração municipal da Chibia, vem apoiando, no quadro do programa de diversificação da economia e de combate á fome e à pobreza, o desenvolvimento da apicultura no município.

Aposta

Jai Frederico afirmou que o ganho está a ser desenvolvido, sobretudo nas comunas de Capunda Cavilongo e Jau, com objectivo de promover a geração e transferência de tecnologias, que visem a melhoria do desempenho da exploração apícola, contribuindo dessa forma, para o aumento da produtividade e melhoria da
qualidade dos produtos da colmeia.
“ O mel é usado como alimento pelo homem desde a pré-historia. Com o tempo, o homem foi aprendendo a proteger seus enxames, com a instalação de colmeias melhoradas e manejo de forma que houvesse maior produção de mel, sem causar prejuízo as abelhas”, disse.
Reconheceu que essa actividade atravessou o tempo, ganhou o mundo e se tornou uma importante fonte de renda para varias famílias e é nesta base que a administração municipal da Chibia, está a procurar
incentivar tais práticas”, disse.
O director de produção da empresa “Jardins da Yoba”, João saraiva, disse que actualmente, além do mel, pode se obter diversos produtos como o pólen apícola, a geleia real e a cera. Acrescentou que juntamente com o mel, as abelhas fornecem outros produtos.