Deste valor, 31,5 milhões de kwanzas são provenientes de 143 fogos habitacionais, dos 573 existentes na província, correspondentes a 439 contratos celebrados. Outros 15,2 milhões são provenientes da venda de imóveis de T1 a T4 respectivamente.