A construção de infra-estruturas urbanas da centralidade do Kilamba, no município de Belas, em Luanda, com 10 mil fogos habitacionais, está orçada, em 2018, em cerca de 15,8 mil milhões de kwanzas (54 milhões de euros), noticia o site “Portal de Angola”.
Considerado um dos maiores projectos do género em África, a “cidade” de Kilamba, inaugurada em Julho de 2011, já conta com 20.005 apartamentos construídos, estando por isso concluída a primeira de três fases do projecto urbanístico.
O Plano Director da Cidade do Kilamba, cuja construção está a cargo de empresas chinesas, abrange uma área de 54 quilómetros quadrados e prevê a construção de 710 edifícios, 24 creches, nove escolas primárias, oito escolas secundárias e 50 quilómetros de via.

Crédito adicional
Por outro lado, a fonte acrescenta que o Programa de Investimentos Públicos (PIP) definido pelo Governo angolano vai receber o dobro do inicialmente programado no Orçamento Geral do Estado (OGE), com a aprovação de um crédito adicional suplementar no valor de 123.576 milhões de kwanzas (417 milhões de euros).
O Decreto assinado pelo Presidente da República, João Lourenço, no dia 13 de Julho, aprova um crédito adicional ao OGE de 2018, para “suportar as despesas relacionadas com a conclusão e inscrição”, no Pip de obras dos ministérios da Construção e Obras Públicas, da Energia e Águas, do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, da Educação, do Ordenamento do Território e Habitação, e da Saúde.
O Decreto estipula que “deve ser atribuído faseadamente, em função das necessidades de pagamento e após esgotadas todas as verbas atribuídas inicialmente”.
O documento não adianta que obras serão incluídas no PIP deste ano.
No OGE em vigor, aprovado em Fevereiro, o Governo angolano inscreveu uma dotação global de 179.055 milhões de kwanzas (605 milhões de euros, à taxa de câmbio actual) com os projectos PIP, nomeadamente a reabilitação de dezenas de quilómetros de estrada.