Vinte e cinco furos de água serão abertos, durante o ano 2018, na comuna de Chilata, município do Longonjo, na província do  Huambo, pela ONG Internacional “Visão Mundial”, devendo beneficiar oito mil cidadãos, fez saber, na passada terça-feira, o coordenador de projectos de água e saneamento, Elias Jaime.
Ao apresentar o programa aos membros da Administração Municipal, o responsável indicou que esta tarefa, que engloba, também, a construção de trinta latrinas demonstrativas, será executada nas aldeias, bairros, embalas, escolas
e no centro de saúde.
Esclareceu que o projecto se reveste de quatro metas principais, sendo “água”, “saneamento”, “promoção de higiene” e “reforço institucional”.
Em relação à construção de latrinas, explicou que a “Visão Mundial” vai erguer trinta latrinas demonstrativas, seguindo-se a mobilização da comunidade para a construção de 1.306 latrinas.
Elias Jaime afirmou que a implementação deste projecto terá o seguimento das comunidades beneficiárias, devendo, para o efeito, ser instruídos grupos de acompanhamento para
fiscalizar o trabalho.