O conselho consultivo do Minea recomenda elaborar até o final do primeiro trimestre, um inquérito sobre a qualidade dos serviços de abastecimento de água referentes à sede provincial e às sedes municipais beneficiárias de novos sistemas de abastecimento de água. Será promovida a expansão da iniciativa de instalação dos contadores pré pagos no sector das águas que possibilitará o aumento das receitas e da confiança do cliente, bem como avaliar as perdas técnicas. Os participantes recomendam a “instalação de contadores pré-pagos em áreas com abastecimento residencial regular”. Poderão ser criadas formas de estimular os operadores da área comercial para o aumento da actividade de cobrança e criar uma estratégia de negócio para facilitar a amortização da dívida dos clientes devedores. A Direcção Nacional das Águas (DNA) e o Gabinete Para a Administração da Bacia Hidroeléctrica do Cunene (GABHIC) em colaboração com representantes de outros sectores, lhes foi recomendado um estudo para a implementação de soluções técnicas para a melhoria da disponibilidade de água na bacia do Cunene e desencadear momentos de discussão e partilha de perspectivas de intervenção na referida bacia, conducentes a mitigação dos efeitos da seca. Foi recomendada a instalação, preferencialmente furos, para abastecimento de água com bombas manuais (volantes), sobretudo em zonas rurais, bem como em áreas de vandalismo reincidente.

Regulamentação
A gestão delegada com a participação do sector privado, segundo o comunicado, deve ser encarada como oportuna, considerando o desafio actual das empresas, face às exigências dos serviços à escala dos territórios, sendo imperioso o MINEA promover os mecanismos jurídicos, reguladores, de natureza social, económica e ambiental e técnicas de referência. O INRH deverá apresentar um plano de trabalho relativo ao processo de criação dos Gabinetes de Administração das Bacias Hidrográficas de forma faseada ou gradual, pela importância da gestão dos recursos hídricos no âmbito das “regiões hidrográficas” e com as sedes nas respectivas áreas de influência, conferindo primazia aos Gabinetes de Administração das Bacias Hidrográficas do Cuanza, do Zambeze e das bacias do litoral de Benguela ( Catumbela, Coporolo, Cavaco e Cubal da Hanha).