O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, recomendou maior celeridade no projecto de ligações domiciliares e montagem de contadores pré -pagos nos municípios de Cacuaco e Cazenga, em Luanda.
A recomendação foi feita no final de uma visita de constatação às obras do projecto de expansão das redes de média e baixa tensão nestas duas localidades, que deverão beneficiar mais de 300 mil famílias na capital do país.
O governante recomendou ainda que a Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) dinamize a sua performance de interacção com os munícipes para que as instalações estejam preparadas para a ligação à rede, bem como sensibilize os seus clientes a não efectuarem qualquer pagamento à porta, mas nos seus balcões comerciais.
O projecto de electrificação de Luanda tem prazo de execução previsto para 24 meses, sendo que durante este período serão montados mil postos de transformação, pelos diferentes municípios que compõe a província de Luanda, assim como serão construídas 9 subestações 60/15 kV para assegurar a electrificação dos mesmos municípios.
Até ao momento, dos mil postos de transformação previstos, estão montados 116, beneficiando seis mil 640 famílias localizadas nos distintos municípios da província de Luanda.