Um total de 38 quilómetros de estradas, construídas e reabilitadas foram postas à disposição do Governo Provincial de Luanda, na passada segunda-feira, pelo Ministério da Construção, com vista a maior comodidade aos habitantes.
O acto de entrega, segundo a Angop, que visou inaugurar a primeira fase da implementação das infra-estruturas integradas, foi orientado pelo ministro da Construção, Artur Fortunato, na presença do governador provincial, Higino Carneiro.
Foram entregues pelo Ministério da Construção 23,78 quilómetros de rede viária no município de Belas, na urbanização do Lar do Patriota, englobando também 10,40 quilómetros de rede de abastecimento de água, 15,40 de drenagem, e 30 de electricidade.
As infra-estruturas foram feitas numa área de 310 hectares, tiveram um custo de 74 milhões de dólares americanos e vão beneficiar 120 mil moradores.
Na vila de Viana foram construídos 15,4 quilómetros de rede viária, 10,10 de abastecimento de água, 10,20 de esgoto doméstico, 15,4 de drenagem pluvial e 15,7 de electricidade. Com um custo de 46 milhões de dólares, as obras foram erguidas numa área de 101 hectares, para beneficiar cinco mil habitantes.
Quer as benfeitorias do Lar do Patriota, quer as de Viana, tiveram o seu início em Agosto de 2014 e a sua conclusão em Setembro de 2016.

Mais comodidade
Em declarações no acto da entrega, o ministro da Construção, Artur Fortunato, disse que o Executivo angolano continua a assegurar a fluidez do trânsito, bem como o conforto dos automobilistas e peões.
De acordo com o ministro, as infra-estruturas enquadram-se na visão alargada do Executivo de melhoria das condições de vida dos angolanos, sendo a mobilidade urbana, uma dessas expressões que resultam na integração da rede viária, por formas a facilitar o fluxo do tráfego em função das necessidades dos cidadãos. “Luanda vive hoje os mesmos problemas das grandes metrópoles, dos quais a mobilidade urbana é um dos principais e mais preocupantes”, disse.
Por este facto, prosseguiu, o grande desafio do Executivo é assegurar não só a fluidez do trânsito, mas igualmente o conforto dos automobilistas, peões e outros utentes da via.
Fez saber que a aposta nas infra-estruturas continua a ser uma das principais opções do Executivo que a considera fundamental para manter o actual ritmo de realização dos objectivos que traçou.
Apelou aos munícipes para a preservação das obras para permitir maior durabilidade das mesmas.

Integração viária
Por sua vez, o governador da província de Luanda, Higino Carneiro, afirmou ter em agenda estudos com o Ministério da Construção que visem melhorar a integração entre as comunidades, tornando mais fluída a ligação rodoviária.
Manifestou o desejo de se encontrar outras acções para permitir que haja maior integração nos demais distritos constituídos, permitindo uma
circulação fluída nesses locais e assim possa haver melhor integração social e económica das comunidades de Viana.
De acordo com Higino Carneiro, as infra-estruturas integradas ora entregues orgulham a qualquer cidadão, tendo garantido a continuidade das mesmas por causa do crescimento que Viana tem conhecido, por força da requalificação que acontece na cidade capital.
“Vamos falar com o ministro da Construção para vermos que acções mais deverão ser feitas para se resolver o acesso ao Calumbo, melhor integração das comunidades que estão no Zango, nas áreas vizinhas como o quilómetro 44, assim como o novo distrito urbano da Vila Flor”, disse.
Higino Carneiro anunciou para breve a nomeação da entidade responsável pela gestão administrativa da Vila Flor e da Bela Vista, onde está o novo aeroporto internacional.
Para comodidade dos cidadãos, o Ministério da Construção construiu infra-estruturas integradas, das quais cerca de 38 quilómetros de estrada, rede de água, electricidade e drenagem, nos município de Belas e de Viana.

74
MILHÕES DE DÓLARES
É o investimento aplicado pelo Executivo, para a implementação da primeira fase do projecto de infraestruturas integradas do Lar Patrióta, no Belas (Luanda

38
QUILÓMETROS
Extensão total de estradas construídas e reabilitadas no Lar do Patriota (município de Belas) e Vila de Viana (município homónimo), para
assegurar a fluidez do trânsito