O secretário de Estado da Construção, Manuel José da Costa Molares D’Abril destacou, na passada segunda-feira, em Luanda, a importância da actividade de monitorização e inspecção do património do Estado, tendo em conta a sua melhoria, qualidade e durabilidade.
O secretário de Estado da Construção teceu tal consideração quando presidia a abertura do seminário sobre “Gestão da qualidade das obras monitorização e inspecção de infr-aestruturas”, promovido pelo Laboratório de Engenharia de Angola (LEA), em parceria com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil de Portugal, com apoio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
De acordo com Manuel Molares D’Abril, a actividade de monitorização e inspecção de infra-estruturas desenvolvida pelos laboratórios de engenharia e outras entidades públicas e privadas no país constitui uma ferramenta não só para a gestão e conservação do património construído, mas também para a elaboração dos programas de intervenção que visam assegurar o adequado comportamento e exploração das obras e garantir a segurança das pessoas e respectivos bens.
Segundo disse, são motivo de preocupação crescente na sociedade, principalmente no meio técnico, as questões relacionadas com a qualidade, segurança e durabilidade das obras.

Importância de investir
Acrescentou que o investimento feito pelo país na última década, no domínio da construção de grandes obras de engenharia, tais como rodoviárias, edificações, obras aeroportuárias, barragens hidroeléctricas, dentre outras abre caminho para a necessidade de avaliação, não só do comportamento das referidas obras, mas também do impacto que as mesmas provocam ao meio ambiente.
Manuel Molares D’Abril disse, por outro lado, que o referido seminário constitui um desafio para a abordagem técnica dos aspectos relativos à avaliação do comportamento das obras, bem como para a discussão de propostas e elaboração de recomendações com vista ao estabelecimento de modelos de trabalho que viabilizem e tornem regular a actividade de monitorização de infra-estruturas.
O seminário, que decorreu até o dia 28, contou com a participação de parceiros do programa de capacitação dos Laboratórios de Engenharia da CPLP, e abordou temas relacionados a técnicas aplicadas na construção de edifícios, infra-estruturas de transporte e sistemas de abastecimento de água, dentre outras.