Mais de dez quilómetros de estradas serão recicladas no município sede de Moçâmedes, província do Namibe, num período de oito meses, informou na passada quarta-feira, o director provincial do Instituto Nacional de Estradas de Angola, Osvaldo Fernandes.
O responsável informou que a empreitada que teve início em Março, sendo que as obras sofreram uma paralisação devido aos trabalhos de manutenção e reparação da rede de esgotos e de água da cidade.

Melhorias
Por sua vez, o responsável da empresa Afavias, executora da obra, Alberto Correia, informou que as estradas terão duas camadas, e que serão feitos também trabalhos de tapa buracos nas vias que se encontram danificadas.
As estradas recicladas terão nove metros de faixa de rodagem.
As estradas do Namibe/Chicolongiro, Namibe/Tômbwa e Namibe/Lucira, segundo o responsável, estão em boas condições, enquanto as do Namibe/Virei (134 quilómetros), Bibala/Lola (88) e Bibala/Kamucuio (100) estão em obras.
O governo local, no quadro da sua estratégia de melhorar a circulação de pessoas e mercadorias, está a desenvolver vários projectos que visam recuperar também as estradas secundarias e terciárias, além de pontes, a novel da província do Namibe.
O Inea entende que é dever de todos preservar as estradas e pontes reabilitadas e construídas e denunciar situações de vandalismo, que em muitos casos estão a pôr em causa o património público.