Cerca de 100 charruas e vários tractores com respectivas alfaias, sementes e fertilizantes, foram entregues às associações de camponeses do município da Nharêa, na província do Bié, pelo governo provincial do Bié.
Na presente campanha agrícola, estão envolvidos mais de 60 mil famílias camponesas que têm o apoio da Direcção Provincial da Agricultura e Florestas.
O director municipal da Agricultura e Florestas, Adolfo Sequalali, revelou que os equipamentos agrícolas foram adquiridos este ano para os vários núcleos de associados das várias comunas.
Na Nharêa, foi criado um programa de reconversão das variedades de mandioca para outras de maior resistência à virose, que tem afectado as culturas, sobretudo nas comunas da Gamba, Dando e Caieie.
Os técnicos dos Institutos de Investigação Agronómica e de Desenvolvimento Agrário estão já a trabalhar para a reconversão das variedades afectadas pela virose e a garantir a sobrevivência da mandioca.

Mais apoios
Um total de 100 famílias camponesas vulneráveis da região vão rece ber insumos agrícolas, no âmbito do programa de combate à fome e à pobreza para garantir a produção, fomentar a agricultura e melhorar as condições de trabalho no campo durante a campanha agrícola 2019-2020.
Segundo Adolfo Sequalali, a direcção provincial da Agricultura e Florestas está a entregar às famílias charruas, enxadas, limas, tractores, catanas, fertilizantes e sementes de diversas hortícolas.
O director reconheceu haver, a nível do município, um aumento significativo de produção de diversas culturas, fruto do esforço do Executivo para criar projectos de apoio e assistência às famílias camponesas.
“A nível da Nharêa temos uma agricultura camponesa forte, mas faltam meios de transporte para o escoamento dos produtos do campo para os principais mercados da província, ou até mesmo do país”, lamentou.
Os camponeses têm apresentado muitas preocupações, sobretudo pela falta de transporte para o escoamento dos produtos e por não receberem as respostas no devido momento.
O município da Nharêa tem 98 associações de camponeses e 16 cooperativas.