O embaixador da República da Noruega acreditado em Angola, Kikkan Haugen, manifestou, na passada terça-feira, no Cuito, província do Bié, a pretensão do seu país abrir linhas de investimento nas áreas da agricultura, ambiente e desminagem na província.

Garantiu a participação de investidores do seu país na primeira feira da batata e do milho no Bié.

Durante uma visita no Cuito, Kikkan Haugen disse que elegeu a província do Bié, para sua primeira visita oficial ao interior do país, porque a aposta dos investimentos será para o sector da agricultura.

"O Governo norueguês procura fora de Luanda, proporcionar investimentos em diversos sectores que conduzem ao desenvolvimento das regiões" garantiu.

O diplomata quer dar atenção particular ao sector da Agricultura no Bié, por considerar ser um eixo sustentável na diversificação da economia nacional, e um elemento que se pretende alcançar para a redução de assimetrias, organizada pelo Governo da província do Bié.

Para o efeito, a segunda deslocação da delegação norueguesa está marcada para o próximo mês de Agosto, para participarem da primeira feira da batata e do milho.

O convite feito pelo vice-governador Carlos da Silva aceite por kikkan Hauggem trará a província investidores noruegueses interessados a investir no ramo.

"É com satisfação que aceito participar da primeira feira da batata e do milho que, será realizada aqui no mês de Agosto. Nós queremos investir na diversificação da economia de Angola e estamos a procurar áreas de negócio", afirmou.

A Noruega é responsável por 10 por cento da produção petrolífera em Angola e, segundo o embaixador, há uma imensurável vaga para investimentos em outros sectores nas regiões do interior.

No Bié, o diplomata garantiu continuidade de apoio aos sectores da educação, ambiente e ao processo de desminagem ainda em curso.

Parceria vantajosa

O vice-governador do Bié para o sector Político, Económico e Social, Carlos da Silva, perspectivou um conjunto de acções a serem gizadas para a cooperação entre os dois Governos.

Disse que foi possível apresentar ao embaixador da Noruega o panorama geral do contexto económico e social da província, cujos padrões apresentam avanços e desafios que asseguram a população uma assistência desejada.

Carlos da Silva, governador em exercício do Bié, revelou que recebeu do embaixador norueguês promessas de capitalizar esforços para um conjunto de investimentos na província do Bié. "Temos a garantia que o embaixador regressa a nossa província com o objectivo de avaliar um conjunto de protocolos para concorrer a uma cooperação mais profunda", frisou.