A terraplanagem dos 43 quilómetros do troço rodoviário Bailundo/Longe, na província do Huambo, está avaliada em mais de 35 milhões de kwanzas e vai ser executada em três meses.

O troço vai receber obras de terraplanagem, melhoria das bermas e reposição das pontes sobre os rios Kwanza e Luvulo, numa iniciativa que visa repor a ligação entre as duas localidades.

Na cerimónia de lançamento da primeira pedra da empreitada, realizada quinta-
-feira na comunal do Longe, município do Bailundo, o administrador municipal local, Irineu Sacaála, disse que a iniciativa vai incentivar o desenvolvimento social e económico da circunscrição.

O administrador comunal do Longe, Bento Katchiyo, referiu que a reabilitação da via abre boas perspectivas para o crescimento socioeconómico da região.

Por seu lado, o soba geral da comuna do Longe, Angelino Santos, enalteceu a iniciativa do Governo de reabilitar a estrada, uma vez que vai repor a circulação dos transportes públicos com custos baixos para os cidadãos.

A comuna de Longe está situada a Oeste do município do Huambo, tem uma população estimada em 54 habitantes, distribuídos em 167 aldeias, e uma superfície de dois mil 163 quilómetros quadrados.

No programa do Governo, está igualmente em reabilitação o troço Bailundo/Luvemba/
/Cruzamento para o Kassongue (província do Kwanza-Sul) numa extensão de 89 quilómetros.