O Produto Interno Bruto (PIB) angolano registou, no primeiro trimestre deste ano (2018), um decréscimo de 2,2 por cento em relação ao I trimestre de 2017.
O desempenho da actividade económica no I trimestre de 2018 em relação ao I trimestre de 2017, em termos de variação negativa, é atribuído, fundamentalmente, às actividades de pescas (-12,8%), comércio (-8,8), extracção e refinação de petróleo (-7,3), extracção de diamantes e outros minerais (-6,7) e a agro-pecuária e silvicultura (-1,5), respectivamente.
Uma nota do Instituto Nacional de Estatística (INE)destaca que as actividades que mais contribuíram e constituíram factores importantes para o desempenho da actividade no PIB do I trimestre de 2018 foram a extracção e refinação do petróleo bruto e gás natural com 33%, seguida do comércio com 15, construção com 12 e a administração pública com 6.
O ministro das Finanças, Archer Mangueira, disse, no mês de Junho esperar um crescimento do PIB na ordem dos 2,2 por cento para este ano.