A requalificação da Piscina da “Nossa Senhora do Monte” está avaliada em cerca de 350 milhões de kwanzas, e prevê empregar 65 pessoas, informou, na passada segunda-feira, no Lubango, o responsável da ABC, André Neto.
Falando na apresentação do projecto aos munícipes, informou que a requalificação inclui campos polidesportivos, estacionamento, zona verde e a zona da piscina, cuja intervenção manterá os traços originais dos equipamentos.
Fez saber que a única alteração será a divisão da piscina em duas partes, sendo uma para adultos e outra para adolescentes e crianças, separadas por uma esplanada no centro.
“’À volta da piscina vamos colocar tendas com cadeiras para acolher os usuários do recinto, estando igualmente prevista uma sala de sauna”, disse.
“A piscina será revestida de madeira, pois pretendemos reduzir ao máximo a quantidade de betão a usar na construção”, realçou.
André Neto explicou que a área total da piscina é de 10 mil metros quadrados e terá área de banho infantil com 875 metros.
A área da esplanada ocupará 890 metros quadrados (m2), enquanto a da piscina para adultos vai ter 8.234 metros.

Lubango agitado
A administração municipal do Lubango tinha suspendido, na sexta-feira, as obras de requalificação do lago artificial, a também chamada piscina da “Senhora do Monte”, enquanto se aguarda pela apresentação pública do projecto e possíveis alterações ao mesmo.
O caso despoletou vários comentários de alguns munícipes, através das redes sócias e órgãos de comunicação social local.
Estes manifestaram-se agastados pelo facto de estarem a ser feitas obras no local, sem que a administração tornasse público tal intenção e nem sequer na mesma ter uma placa que explicasse o que realmente se pretende efectuar no local.
Em conferência de imprensa, o administrador municipal do Lubango, Francisco Barros, destacou que as obras de requalificação surgem devido às constantes reclamações que receberam sobre o mau aproveitamento de alguns locais públicos do recinto.
Francisco Barros pediu desculpas públicas por ter havido um distanciamento na explicação a tempo e hora sobre o que se poderia realizar em termos de obras na piscina da Nossa Senhora do Monte.