A partir deste mês, a Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE) na província do Moxico, vai dar início no município de Camanongue, as ligações domiciliares, cuja primeira fase atingirá 400 ligações para beneficiar cerca de duas mil famílias, com prioridade para as residências e instituições públicas.
Segundo a Angop, o director local da Ende, Gaspar Trindade Carvalho Cristóvão, explicou que a instituição precisa de um reforço em material técnico para acelerar os trabalhos em curso, que em princípio deverão beneficiar todos os serviços sociais e económicos da municipalidade.
Por outro lado, o chefe do Departamento de Exploração da Rede Nacional de Transporte (RNT), Waldemar Eduardo, informou estar praticamente concluída a montagem de equipamentos electromecânicos e a ligação aos cabos de alta tensão, bem como estão prontos para entrar em funcionamento, o que vai beneficiar a população.

Actos de vandalismo
Os actos de vandalismo registados no mês de Agosto nos postos da rede de transporte de energia eléctrica, do Moxico, resultaram no roubo de 1.192 metros de cabos de terra de 95 milímetros, causaram grande prejuízo à Ende e à população em geral na província.
Este facto foi denunciado publicamente hoje (terça-feira) por responsáveis do sector, durante uma visita de constatação do funcionamento de alguns empreendimentos no município de Camanongue, pelo governador da província, Gonçalves Muandumba, com vista à melhoria das condições sociais da população.
O município de Camanongue conta com uma população de 32 mil e 766 habitantes (senso/2014), na sua maioria camponeses, distribuídos em 2.988 quilómetros quadrados.