Mais de quarenta casas sociais localizadas no município do Cunhinga, a 30 quilómetros a norte da cidade do Cuito, capital da província do Bié, podem ficar destruídas em consequência da progressão de ravinas.
As residências em perigo de destruição pela progressão da ravina foram construídas no âmbito do programa do Governo Provincial de construção de 200 fogos habitacionais.
Em declarações à Angop, no Cunhinga, o vice-governador para o sector técnico e infra-estruturas da província do Bié, José Fernando Tchatuvela, fez saber que a ravina progrediu devido às fortes chuvas que se abatem na localidade, deixando os moradores preocupados com a situação.
A referida ravina, disse, ameaça ainda destruir dezenas de postes de iluminação pública, entre outros danos materiais.