O ministro da Construção Artur Fortunato, anunciou, recentemente, na cidade do Sumbe, capital da província do Cuanza Sul, o reinício da requalificação das infra-estruturas integradas.
O governante fez esse anúncio durante o acto de consignação de construção de 2.500 casas sociais e da nova estrada no Sumbe, num percurso de 24 quilómetros.
Disse que o projecto está inserido no Programa de Investimentos Públicos de 2017/2019.
Para o vice-governador para área técnica e infra-estrutura, Demétrio Sepúlveda, a requalificação da cidade vai melhorar a condição de saneamento da mesma, e as famílias que vivem nas encostas dos morros terão um local condigno para viver.
Os trabalhos de requalificação da cidade do Sumbe passam por reabilitação de estradas, passeios, valas de drenagem, esgotos, lancis, rede de canalização e de distribuição de água .
A província do Cuanza Sul vinha se beneficiando de trabalhos de requalificação desde 2007, nas cidades do Sumbe, Porto Amboim e Gabela, interrompidos por causa da crise financeira.

Mais obras

Por outro lado, o ministro consignou também na província, no município do Ebo, as obras dos troços Conde/Ebo e Cariango/Mussende.
A empreitada Conde/Ebo de 27, 7 quilómetros, vai ser executada pela empresa Conduril , num período de 12 meses, e vai custar aos cofres do Estado três biliões 589 milhões 377 mil e 262 kwanzas.