Um reservatório com capacidade de 80 metros cúbicos, construído no bairro de Cananga, zona Sul da sede municipal de Samba-Caju, foi inaugurado, recentemente, pela vice-governadora do Cuanza Norte, para o sector Político, Económico e Social, Leonor Garibaldi, no quadro do programa de investimentos públicos local. O projecto vai beneficiar mais de sete mil habitantes da vila e arredores, que com esta infra-estrutura passaram a consumir mais água potável. O projecto avaliado em 26 milhões de kwanzas, foi executada em 95 dias, contempla a construção de mais dois chafarizes nos bairros 4 de Fevereiro e Havemos de Voltar, para além de beneficiar os habitantes da Kilemba, sede municipal, Kahenda e Kandemba. O administrador adjunto de Samba-Caju, para o sector Económico, Alberto Lomboca, frisou que anteriormente, a vila era abastecida por tanque com capacidade de 170 metros cúbicos, ao contrário do actual que apresenta uma competência de 250. O actual centro de captação e tratamento local tem um tanque que suporta 170 metros cúbicos, com uma bombagem de 92 metros cúbicos por hora, criado na localidade de Mona-Ndombe, três quilómetros da vila. A rede de distribuição tem seis quilómetros e alimenta 14 chafarizes, dois dos quais inaugurados na ocasião.